Os 5 tipos de jogos de Paciência mais populares

tipos de jogos de Paciência

O nome Paciência não se refere apenas a um jogo de cartas. Na realidade, existem vários tipos de jogos de Paciência. Aquele em que todos pensam ao ouvir este nome, chama-se na verdade Klondike e é a variante mais conhecida, o que pode explicar este equívoco.
 
Os tipos de jogos de Paciência mais populares partilham muitos pontos em comum, em especial porque todos estão pensados para apenas um jogador (por isso são também conhecidos como Solitário). Contudo, as pequenas diferenças que existem entre eles são suficientemente significativas para os tornarem únicos.

1. Klondike

Esta é a versão mais popular e conhecida de todos os tipos de jogos de Paciência. De tal forma, que os dois nomes se utilizam indistintamente para se referir a este jogo específico.
 
A sua origem não é clara, mas crê-se que apareceu pela primeira vez durante o século XIX, em Klondike, no Canadá, e que daí deriva o seu nome. Já a origem da sua popularidade sem precedentes pode ser encontrada em 1990, ano em que foi incluído pela primeira vez no software Windows 3.0 da Microsoft.

O jogo

Este jogo utiliza um baralho de 52 cartas. O objetivo é organizá-las por naipe e segundo uma ordem ascendente (do Ás ao Rei) nas fundações (quatro espaços que se encontram vazios no tabuleiro).
 
As cartas estão dispostas, voltadas para baixo, em 7 colunas. Apenas as cartas superiores de cada coluna se encontram expostas. Para aceder às cartas ocultas e expô-las, os jogadores devem construir sequências que podem ser transferidas entre as colunas. Estas sequências devem ter cores alternadas e seguir uma ordem descendente (do Rei ao Ás). Os espaços vazios no tabuleiro apenas podem ser preenchidos por um Rei.
 
As cartas que não estão dispostas nas colunas formam um baralho de reserva. O jogador pode utilizar este baralho para procurar as cartas necessárias para construir as sequências nas fundações e no tabuleiro.

2. Spider

O Klondike permanece como a versão mais popular no geral de todos os tipos de jogos de Paciência, mas o Spider aproxima-se cada vez mais dessa posição. Tem este nome porque é necessário construir 8 fundações para vencer o jogo, o mesmo número de pernas que uma aranha (spider) tem normalmente. 
 
Estima-se que a probabilidade de vencer um jogo de Paciência Spider é de 1 em cada 3 jogos.

O jogo

O Paciência Spider utiliza dois baralhos de 52 cartas. Dependendo do nível de dificuldade que se deseje, é possível usar apenas um ou mais naipes. A disposição da mesa de jogo é similar à do Klondike, com colunas, um baralho de reserva e fundações. Contudo, todas as cartas estão expostas e apenas é possível mover sequências completas para as fundações.
 
O objetivo é, assim, construir sequências na mesa de jogo (do Rei ao Ás), movendo as cartas entre as colunas. O jogo torna-se consideravelmente mais difícil quando é utilizado mais do que um naipe.
 
O baralho de reserva adiciona uma nova carta em todas as colunas. Não se pode utilizar este baralho quando existem espaços vazios na mesa.

3. FreeCell

Entre os diferentes tipos de jogos de Paciência, o FreeCell é o que mais se assemelha ao Klondike tradicional. É inclusivamente considerado como uma versão mais estratégica deste.
 
Curiosamente, é também um dos jogos de Paciência com maior probabilidade de resolução. Estima-se que aproximadamente 99% de todos os jogos têm uma solução possível. O jogador apenas tem de a encontrar.

O jogo

A mesa de jogo do FreeCell é parecida com a do Klondike. Também utiliza apenas um baralho de 52 cartas e estas estão dispostas em 7 colunas no tabuleiro. No entanto, neste jogo, todas as cartas estão posicionadas nas colunas e não existe baralho de reserva. Encontram-se também todas expostas e visíveis para o jogador. O objetivo do jogo é construir sequências ascendentes, por naipe, nas fundações.
 
As sequências nas colunas constroem-se tal como no Klondike: segundo uma ordem descendente, do Rei ao Ás, e em cores alternadas. 
 
A principal diferença entre os dois jogos está na presença de quatro espaços vazios na mesa de jogo, as 4 células que dão nome a esta variante. 
 
O jogador pode transferir cartas para estas células para assim libertar outras nas colunas. Estas cartas ficam de reserva e apenas podem ser chamadas a jogo novamente para construir sequências nas colunas ou nas fundações. Quando todos os espaços estão ocupados, já não é possível enviar mais cartas para estas células.

4. Tripeaks

Neste jogo, as cartas dispostas formam três pirâmides no tabuleiro. O seu nome resulta precisamente desta disposição, pelos três picos das pirâmides.
 
Foi inventado por Robert Hogue em 1989. O próprio Hogue analisou estatisticamente a sua criação e determinou que mais de 90% dos jogos de Tripeaks têm solução.
 
Este jogo tornou-se famoso mundialmente depois da sua inclusão no conjunto de jogos de Paciência que a Microsoft oferece no seu software.

O jogo

Este jogo utiliza um baralho de 52 cartas. Estas estão dispostas no tabuleiro de forma a criarem três pirâmides, com quatro níveis cada. As quatro cartas na base de cada pirâmide encontram-se expostas, enquanto as restantes estão voltadas para baixo. As cartas que não se encontram nas pirâmides formam um baralho de reserva.
 
O objetivo do jogo é remover todas as cartas da mesa. Para tal, o jogar deve desconstruir as pirâmides formando sequências de cartas com apenas 1 valor mais alto ou baixo do que a anterior. Por exemplo, uma carta com o 4 pode criar uma sequência com o 3 ou o 5.
 
A última carta removida da pirâmide permanece no tabuleiro como base para a sequência seguinte. Quando não existem mais movimentos, o jogador pode descartá-la e tirar uma carta do baralho de reserva para a substituir.

5. Pirâmide

O nome deste jogo deriva da disposição das cartas na mesa de jogo. É um dos tipos de jogos de Paciência mais simples, tanto pelas suas regras como pela mesa de jogo, mas também um dos mais difíceis de ganhar.
 
Chegar à vitória depende não apenas dos diferentes posicionamentos possíveis para cada carta, como também do tipo de abordagem estratégica utilizado pelo jogador. Quando é aplicada a regra que determina que apenas é possível virar todo o baralho de reserva uma vez, a probabilidade de vencer o jogo é de 1 em 50.

O jogo

Ao contrário dos restantes jogos de Paciência aqui listados, este não é um jogo de construção, mas de emparelhamento. 
 
Na mesa de jogo, as cartas são dispostas em pirâmide, com a face voltada para cima. Apenas se podem jogar as cartas superiores, que não têm outras sobrepostas.
 
Para desconstruir a pirâmide, o jogador deve juntar duas cartas cuja soma dos seus valores seja igual a 13 (p.e. 8+5=13). Neste jogo, o Rei vale 13, pelo que não precisa de um par para ser eliminado. A dama vale 12 e o valete 13.
 
Apenas se pode remover uma carta de cada vez do baralho de reserva, para tentar encontrar um par para as cartas na pirâmide. A dificuldade do jogo depende no número de vezes que é permitido utilizar este baralho.

Outros tipos de jogos de Paciência populares

A quantidade de tipos de jogos de Paciência que hoje existe é algo surpreendente. Os cincos listados anteriormente destacam-se claramente como os mais jogados e procurados, mas muitos outros começam agora a despertar o interesse de jogadores de todo o mundo.

Baker’s Dozen

Este jogo utiliza um baralho de 52 cartas, todas dispostas em 13 pilhas e com a face voltada para cima. Os reis são colocados na base das pilhas para dificultar o seu acesso. 
 
O objetivo é construir as fundações por naipe, segundo uma ordem ascendente, do Ás ao Rei. Apenas se pode mover a carta superior de cada pilha. Não é possível transferir sequências entre estas. A cor do naipe é irrelevante, salvo no caso das fundações.

40 Ladrões

Este jogo de Paciência utiliza dois baralhos de 52 cartas. Estas estão dispostas em 10 pilhas, com quatro cartas cada (os 40 ladrões que se encontram entre o jogador e a vitória). Todas as cartas estão expostas.
 
O objetivo do jogo é construir 8 fundações, uma por naipe, em ordem ascendente. O jogador pode mover apenas uma carta de cada vez. Não é permitido mover sequências entre as pilhas. Qualquer carta pode ocupar um espaço vazio no tabuleiro.
 
Apenas é possível virar todo o baralho de reserva uma vez.

Yukon

No Yukon Paciência, um baralho de 52 cartas é dividido em 7 colunas na mesa de jogo. Todas as cartas estão expostas, com exceção daquelas na base de cada coluna. No existe baralho de reserva.
 
O objetivo é construir fundações por naipe, começando com o Ás e acabando com o Rei. As sequências nas colunas seguem as mesmas regras do jogo Klondike: em ordem descendente e com cores alternadas. Contudo, ao contrário deste, as cartas podem ser movidas livremente, sem que para isso tenham de integrar uma sequência. Para ganhar o jogo, o jogador deve movê-las e criar sequências quando necessário para aceder às cartas que precisa nas fundações.

Conclusão

A inclusão de diferentes tipos de jogos de Paciência no software Windows da Microsoft tornou estes jogos de cartas mais acessíveis e contribuiu para o aumento da sua popularidade. Klondike permanece como o rei supremo, mas o FreeCell e o Spider começam já a desafiar o seu reinado.
 
À medida que mais jogadores começam a conhecer os jogos de Paciência, outras variantes mais obscuras surgem agora como alternativa aos atuais três grandes. Esta é precisamente a beleza dos jogos de Paciência. Entre tantos tipos disponíveis, todos podem encontrar o desafio que mais se adequa aos seus gostos e capacidades.
 

Voltar

Paciência Solitário

Jogo de Cartas Clássico

Appgeneration Software